imagem de trigo no campo

Trigo GM: liberação comercial passa por audiência pública no Brasil

A audiência pública será realizada no Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e transmitida online no dia 22 de outubro de 2020. A sessão vai tratar sobre a solicitação de liberação comercial de trigo GM para o consumo humano e animal. 

Qual o objetivo da audiência sobre o trigo GM?

A CTNBio (Comissão Técnica Nacional de Biossegurança), órgão responsável pela avaliação dos organismos geneticamente modificados no Brasil, quer obter subsídios e informações adicionais sobre a solicitação de liberação comercial de trigo geneticamente modificado para o consumo humano e animal, além de garantir a participação da sociedade civil para este que é o primeiro processo dessa cultura no país.   

Entre os palestrantes convidados para a audiência estão representantes de associações da cadeia produtiva do trigo e especialistas acadêmicos, que falarão sobre diversos aspectos deste trigo GM e sua potencial aprovação. 

Outros palestrantes inscritos, como representantes do MAPA, CropLife e Bioceres (empresa desenvolvedora do trigo geneticamente modificado na Argentina), também terão a oportunidade de apresentar seus pontos de vista. 

Após a audiência, o processo seguirá na pauta da CTNBio para deliberação sobre o assunto. 

É importante destacar que a CTNBio avalia somente aspectos relacionados à biossegurança dos produtos na saúde humana, animal e meio ambiente, com base em dados científicos.

A Comissão não realiza análises sociais ou econômicas relativas ao impacto da tecnologia. 

Qual o impacto da aprovação do trigo GM no Brasil? 

O objetivo de trabalhar com transgênicos na agricultura normalmente acontece para trazer benefícios às plantações.

Isso resulta em plantas mais resistentes às secas ou pragas, culminando em uma lavoura mais produtiva, ou também para produzir alimentos com maior qualidade nutricional.  

Contudo, ainda existem alguns preconceitos a respeito da segurança do uso desses organismos geneticamente modificados devido à falta de conhecimento sobre esta ferramenta de biotecnologia, que já está presente em nossas vidas há mais de 20 anos. 

Questões sobre a rastreabilidade dos grãos GM, rotulagem dos produtos e a percepção do público são temas importantes e que certamente serão abordados na audiência. 

É importante destacar que, desde 2005, com a Lei de Biossegurança, o país regula atividades com transgênicos e de biotecnologia, com uma das leis mais rigorosas do mundo.

Essa legislação determina que, desde a sua descoberta até chegar a ser um produto comercial, um transgênico é obrigado a passar por diversos estudos e fases distintas, compostos por diferentes profissionais.

Sendo assim, a produção de transgênicos é uma atividade regida por legislação específica e pautada por rígidos critérios de biossegurança.

A Vigna Brasil é líder em consultoria especializada para elaboração de dossiês para aprovação de OGMs na CTNBio. 

Confira nosso portfólio de serviços em sementes, variedades, cultivares e mudas em Vigna Brasil

en_USEN
pt_BRPT en_USEN